Agência de viagens - Suporte 24/7 Ligue para nós: (+55) 21 2235 7872

MATO GROSSO DO SUL – BRASIL

Mundialmente conhecido por sua biodiversidade, possui atrativos naturais e culturais que podem ser vistos ao participar de passeios turísticos. Os cenários são distintos e com belezas peculiares, sendo rico em flora, fauna e exuberância da natureza. A dedicação de seus habitantes o tornaram uma das mais produtivas áreas agrícolas e seus visitantes devem provar sua comida típica. O turismo ecológico também representa uma importante fonte de receita para o estado.

Mato groso do Sul Pnatanal e Bonito

 

BONITO

Em Bonito a natureza revela seus mais belos encantos. Grutas, trilhas, contemplativas, crateras repletas de vida selvagem, passeios tranquilos ou de aventura. Os rios cristalinos oferecem experiências únicas e são uma atração para todos os gostos.

Atrativos turísticos

Serra de bodoquena

É uma unidade de relevo situada no centro-sul do estado abrangendo os municípios de Jardim, Bonito, Bodoquena e Porto Murtinho.

Mundialmente conhecido por sua biodiversidade, possui atrativos naturais e culturais que podem ser vistos ao participar de passeios turísticos. Os cenários são distintos e com belezas peculiares, sendo rico em flora, fauna e exuberância da natureza. A dedicação de seus habitantes o tornaram uma das mais produtivas áreas agrícolas e seus visitantes devem provar sua comida típica. O turismo ecológico também representa uma importante fonte de receita para o estado.

A gruta do lago azul

Destaca-se das demais por possuir um lago subterrâneo de mais de 50 metros de profundidade com azul intenso. Foi descoberta por um índio Terena em 1924 e é considerada a maior cavidade inundada do planeta. 

Abriga fósseis de mamíferos como o tigre de dente de sabre e a preguiça gigante que viveram no período geológico do Pleistoceno de 6.000 a 10.000 anos atrás.

O rio sucuri

É um dos locais aquáticos mais belos, as águas são tão transparentes que a visibilidade chega a dezenas de metros. Podem-se conferir essas belezas descendo o rio mergulhando com equipamento adequado ou pelo barco que desce o rio acompanhando os mergulhadores. É palco de peixes, nascentes, plantas exóticas e de densa vegetação.

A praia da fiqueira 

É uma área de extração de calcário que originou uma lagoa de águas correntes e areia branca, permite ao visitante nadar, mergulhar e praticar vários esportes náuticos. 

O mergulho é um atrativo e tanto, pois no fundo da lagoa junto aos cardumes é possível ver destroços de um navio e um avião. 

PANTANAL

Na maior planície alagável do planeta, cenário de uma incrível biodiversidade, o Pantanal sul-mato-grossense é a combinação harmoniosa entre água, fauna, flora e gente. No período de cheias, de outubro a maio, as águas inundam toda a planície transformando, rios, baías e lagoas num só – um verdadeiro mar, o “Mar de Xaraés”. A vegetação se revigora e, durante o dia e os mamíferos são obrigados a refugiarem-se nas partes mais altas, conhecidas como cordilheiras. As aves, que começam a construir seus ninhos, dando inicio a mais um ciclo de vida. Cavalos, barcos, carros de boi e tratores são os meio de transporte utilizados nesse período.

Atrativos turísticos

Passeio de barco

Nestes passeios são utilizados barcos de pequenas dimensões, adequados às características do rio, com pequenos motores fora de borda. Os passeios de barco permite ter acesso a uma paisagem de enorme beleza que é o habitat de muitas espécies de aves, mamíferos e répteis, onde se podem avistar como o Martim Pescador, o Surucuá, os Socós, as capivaras, as ariranhas, as lontras, os jacarés, as iguanas, entre muitos outros.

Trilha ecológica

Passeio realizado através de matas com vegetação abundante para observação de pássaros, aves e animais silvestres bem como fotografá-los. Proporcionando maior contato com o meio ambiente.

Safári terrestre

Passeio fotográfico pela Estrada Parque, onde é possível contato com a biodiversidade de fauna e flora Pantaneira.

Focagem noturna

Na focagem noturna são utilizados barcos de pequenas dimensões, procurando encontrar animais de hábitos noturnos terrestres e aquáticos, tais como jacarés, onças, capivaras entre outros. Esta exploração do Pantanal é uma aventura memorável sempre envolvida pela natureza onde a vida selvagem nos surpreende a cada dia.

Cavalgada

Este é o melhor meio para se explorar o Pantanal com suas áreas alagadas. Não existem trilhas definidas para os passeios a cavalo. Há um programa de acompanhamento dos peões pantaneiros.

Zoológico de Cuiabá

Único zoológico do país instalado numa universidade, o Zoológico da Universidade Federal de Mato Grosso é uma área que abriga belíssimos animais do Pantanal para estudos e pesquisas, o zoológico conserva grande parte das espécies ameaçadas de extinção, criando ambientes que reproduzem o seu habitat natural. 

São cerca de 469 animais, incluindo mamíferos, répteis e aves de três ecossistemas regionais: Amazônia, Cerrado e Pantanal. Como local de preservação das espécies, o zoológico possui animais que são reproduzidos em cativeiro, como o macaco-aranha, o lobo-guará e a onça-parda, sendo, inclusive, o único zoológico do Brasil a reproduzir o jacaré albino.

Morro da luz

Considerado pulmão da cidade de Cuiabá, o Morro da Luz é uma extensa área verde urbanizada, com belos jardins e espaços para lazer. Conhecida como importante marco histórico da cidade, o Morro da Luz está diretamente relacionado à sua fundação, historiadores contam que o bandeirante Miguel Sutil tornou-se o primeiro homem branco a pisar no morro, que na época ficou conhecido como Lavras do Sutil, devido à grande quantidade de pepitas de ouro encontradas no local. 

O Morro da Luz abriga uma escadaria que já foi considerada cartão-postal de Cuiabá, com aproximadamente 115 degraus que conduzem ao lado mais elevado da colina. No seu agradável espaço é possível contemplar a vegetação do cerrado, além de apreciar as praças e caminhar por suas pequenas trilhas.

Museu de artes sacras

Instalado no Seminário da Conceição, é um dos principais e mais belos espaços de preservação da memória mato-grossense.

O museu abriga um importante patrimônio histórico, com um acervo que constitui o maior conjunto de artes nos estilos barroco, rococó e neoclássico de todo o estado, dentre as peças do acervo destacam-se objetos pertencentes à Dom Francisco de Aquino Corrêa, cuiabano, membro da Academia Brasileira de Letras, considerado o Príncipe da Letra Mato-Grossense e um dos maiores oradores do Brasil.